sábado, 26 de novembro de 2011

Todo "dulce de maní" é paçoca ?

Dulce, como vocês já devem ter percebido, é "doce", na tradução do espanhol para o português. Já Maní, em grande parte da América do Sul, significa "amendoim". Então, temos aqui um doce de amendoim. Ou mais precisamente, a famosa paçoca !"Dulce de maní", com frequência aparece nas embalagens de paçoca, seguindo uma tendência da indústria brasileira: trocar produtos com os nossos "vecinos" (Argentina, Paraguai, Uruguai e por aí vai).

Tudo bem, isso é maneiro e tal, massssss (aí vem a polêmica !), o que é um doce de amendoim afinal ? , vamos supor que um cara foi na dentista e botou uma "massinha" no dente. Vejamos o suposto diálogo:

- Está listo (pronto). Pero no comas nada que sea demasiado sólido - Diz a dentista.
- ¿Yo puedo comer dulce de maní?
- Sí, no hay problema.


Aí eu pergunto: e se for um pé de moleque !? É... acho que o dente do hermano não vai ficar muito bom, não...
É normal que isso aconteça, pois todo idioma possui riquezas e... pobrezas ! Por exemplo, "sabonete" não tem uma tradução precisa para o espanhol. Já que o vocábulo jabón pode ser "sabão" ou "sabonete". Entretanto, como eu já havia dito, todos idiomas têm seus pontos fortes e fracos, portanto, o nosso português também não é o bambambã das línguas.

Pergunto pra vocês: qual é a tradução de shampoo ? Eu tento: "sabonete líquido capilar". Nada convincente, ? Mas aí que tá ! Isso é uma das principais pistas de "pobreza verbal" (de faltar palavras precisas), o uso de vários vocábulos para substituir uma única palavra ou o uso de expressões metafóricas, como a catacrese batata da perna (panturrilha), e claro, há vários outros exemplos! Mas, para dulce de maní, haveria outro "agravante": a palavra é muito vaga...

Há também o fato de esses doces (pé de moleque e paçoca) serem típicos do Brasil, por isso dá pra entender essa dificuldade na tradução. Aí eu até pensei em algumas alternativas como "pazoca", seria uma espanholização , trocado o cê cedilha (não existente no espanhol) pelo "z", zeta (assim como acontece com azúcar). Já pé de moquele, em tradução livre, poderia ser "pié de chico" ou "pié de muchacho". Mas são apenas sugestões, claro ! hehe

Acho que já está de bom tamanho, é isso ! Então, quando comprarem dulce de maní, espero que se lembrem dessa postagem. Ah, e lembrando: a paçoca é nossa, é do Brasil ! Bra sil sil sil !

7 comentários:

Matheus Felizardo disse...

Parabéns pelo blog
adorei seus posts

ja to seguindo... segue o meu tbm
http://mafia-net.blogspot.com/

KGeo disse...

eu diria que este é um post UNICO

kbritovb disse...

bem interessante esse post
parabéns

João Batista de Lacerda disse...

Então, vamos de paçoca!
Belo blog.

Leticia disse...

Eu não encontraria uma definição melhor que a sua para "shampoo"

JEANN DFL disse...

Poxa, eu gostei muito do seu texto, vc explica de uma forma tão clara e divertida!

Bem, aqui no nordeste, paçoca é doce de amendoim e não paçoca! rsrsrsrs!
Já que o que chamamos aqui de paçoca é uma farofa com carne de sol desfiada e temperada com cebola branca e cebola roxa... os ingredientes podem ser misturados no liquidificador, mas a forma tradicional, batidos no pilão, é bem mais gostosa! :)
Mais uma vez, parabéns!!!!

Dimas Bertolucci disse...

Parabéns pela qualidade do seu blog,
seguindo!

www.senhordoseculo.com